Existem mais de 8 mil refugiados registrados no Brasil. E quase 28 mil
solicitando refúgio. São pessoas como você, com uma profissão, uma família
e muitos sonhos. Mas que têm que recomeçar a vida, sem conhecer
quase ninguém. E já que o Natal é uma época de união, queremos aproveitar
para aproximar você dessas pessoas e promover um encontro de culturas
e sabores. Conheça aqui algumas dessas milhares de histórias.
Quem sabe você não encontra um convidado especial para o seu Natal? 

Salsabil Matouk

Ela é síria e já viveu na Jordânia e Arábia Saudita. Farmacêutica de formação, se reinventou e resolveu empreender com um de seus talentos, a gastronomia. Para o jantar do Natal, pretende levar a Musacka’a, prato com berinjela típico de sua região.

Conheça Salsabil
Temitope Olusola

Ela veio para o Brasil acompanhada apenas de seu
filho Isaac, ainda na barriga. Temi quer levar pra ceia
o Moimoi, um pudim de feijão típico do seu país.

Conheça Temi
Mazen & Yazan

Ele era refugiado palestino na Síria. Agora é refugiado
no Brasil. Como cozinha todos os tipos de comida
do Oriente Médio, ainda está pensando o que vai
preparar para este Natal.

Conheça Mazen
Alphonse

Ele fez duas faculdades, fala cinco idiomas e tem como
missão ajudar outros refugiados. Alphonse diz que é difícil
encontrar os temperos certos para fazer receitas típicas
de seu país, mas vai tentar adaptar algo para o Natal.

Conheça Alphonse
Bouteina

Ela fugiu de Casablanca por ser mulher. Agora
recomeça sua vida em São Paulo. Bouteina diz
que nenhum prato é melhor para levar em uma
ocasião como essa do que o tradicional quibe assado.

Conheça Bouteina
Olga Yavo

Ela está aqui há 3 anos. Estuda Fisioterapia de manhã
e dá aulas de língua à noite. Para o Natal,
Olga está pensando em fazer algum dos pratos típicos
da Costa do Marfim à base de banana da terra.

Conheça Olga
Muna Darweesh

Há três anos no Brasil, ela encontrou na culinária,
que aprendeu em família, uma forma de sobrevivência.
Muna vai ter o maior prazer em preparar alguns
quitutes como húmus e babaganoush para o Natal.

Conheça Muna
Jose Alejandro

Há 3 anos em São Paulo, ele está se aproximando
dos brasileiros através da música. Alejandro diz
que vai preparar as tradicionais arepas para levar
no Natal.

Conheça Alejandro
Talal Al Tinawi

Ele se descobriu cozinheiro para sustentar seus filhos
aqui. Talal diz que gostaria de levar a salada de tabule,
além das esfirras que são a cara de seu país.

Conheça Talal
Ermildo Panzo

Ele é estudante e poeta e encontrou em São Paulo
um jeito de expandir sua arte. Ermi vai fazer
para a ceia o Calulu, uma deliciosa mistura de peixe
com vegetais.

Conheça Ermi
Leon Diab

Ele nasceu em um campo de refugiados e só foi
entender o que era ser um refugiado muito tempo
depois. Ele diz que vai preparar uma makluba,
a paella árabe.

Conheça Leon
Anjila Fares

De manhã, vai para escola. À tarde, trabalha para ajudar
em casa. Há apenas 9 meses em São Paulo, ela já domina
o Português. Anjila e sua mãe vão preparar esfirras
e outros quitutes típicos para levar no Natal.

Conheça Anjila
Jose Angel

Ele dá aulas de inglês e artes e quer fazer
uma exposição de pintura. José diz que não é muito bom de cozinha, mas tem muitas histórias
para compartilhar sua cultura.

Conheça José
Jair Rojas

Ele é um cozinheiro de mão cheia. Faz arepas
e outras especialidades em seus dois food trucks.
Mas diz que vai levar para o Natal um prato típico
dessa época na Colômbia: a leitoa.

Conheça Jair
Luis Escalante

Luis é professor de Ciências Sociais e sonha
em exercer a mesma profissão no Brasil.
Ele vai cozinhar uma Hojuelas, sobremesa típica
na ceia da Colômbia.

Conheça Luis
Abdou Secka

Abdou jogava em um clube da Terceira divisão
na África, mas sonha em ser meio-campo no Flamengo.
Para o Natal, ele vai cozinhar um Thieboudienne,
prato feito à base de arroz, vegetais e peixe.

Conheça Abdou
Mohammed El Jazouli

Mohammed é formado em Business International
e é apaixonado por fotografia. Ele vai levar uma Salada
Marroquina para a ceia.

Conheça Mohammed
Salsabil Matouk
Temitope Olusola
Mazen & Yazan
Alphonse
Bouteina
Olga Yavo
Muna Darweesh
Jose Alejandro
Talal Al Tinawi
Ermildo Panzo
Leon Diab
Anjila Fares
Jose Angel
Jair Rojas
Luis Escalante
Abdou Secka
Mohammed El Jazouli

Meu Amigo Refugiado é um projeto realizado pelo Migraflix,
ação social que promove a integração de refugiados e imigrantes,
baseada em workshops culturais e atividades ministradas
por eles para brasileiros. O Migraflix busca integrá-los, social
e economicamente, por meio da divulgação da própria cultura.
Nosso time acredita que cada cultura é rica à sua maneira
e que a troca de experiências entre indivíduos é uma importante
ferramenta de transformação da sociedade.
Conheça todas as nossas atividades e participe aqui.

Voltar ao topo